domingo, 29 de agosto de 2010

QUEM SE ELEVA SERÁ HUMILHADO, E QUEM SE HUMILHA, SERÁ ELEVADO

Inserido em seu quadro histórico, o ensinamento de Jesus dirige-se aos fariseus que o convida para uma refeição com más intenções. Mas se lemos o trecho na Igreja, o comentário mais eficaz, é o exemplo de humildade de Jesus e o que diz Tiago (Tg 2, 1-5) da assembleia cristã. A assembleia cristã não pode ser uma casta de privilegiados ou arrivistas, nem pode ser concebida como fechada ou destinada a certa categoria de pessoas. Deve ser aberta a todos, também os que não tem nada. A esses, é a comunidade é chamada a trabalhar.
PADRE ANIZAN: A CONTINUIDADE DE UMA CHAMA QUE INFLAMA CHAMADA JESUS CRISTO

sábado, 28 de agosto de 2010

A Igreja

"Conhecer a Jesus Cristo pela fé é a nossa alegria;
segui-Lo é uma graça'
e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que Jesus Cristo nos confiou
ao nos chamar e escolher".
VAMOS GLOBALIZAR A SOLIDARIEDADE, A FRATERNIDADE E A IGUALDADE

sábado, 21 de agosto de 2010

Aqui estou


Se tivesse vindo para os saudáveis, eu não estaria

Se tivesse vindo para os ricos, eu não estaria.

Se tivesse vindo para os intelectuais, eu não estaria.

Se tivesse vindo para os santos, eu não estaria,

Vieste para os pobres, aqui estou.

Vieste para os pecadores, aqui estou.

Vieste para os fracos, aqui estou.

Vieste para os humildes, aqui estou.

Vieste para os sofredores, aqui estou.

Vieste para os que tem a vida ameaçada, aqui estou.

Vieste para os pobres e trabalhadores, aqui estou.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Partilhando fotos



"NÃO É O POVO QUE TEM DE SE ADAPATAR A NÓS, MAS NÓS A ELE"
(Padre Anizan)

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Transfiguração do Senhor

Para os orientais o dia 06 de agosto representa a Páscoa do verão, pela importância do acontecimento recordado pelo Evangelho. Na transfiguração, no monte Tabor, Jesus se manifesta aos seus discípulos em todo o esplendor da vida divina que está nele. Este esplendor é apenas uma antecipação daquele que o envolverá na noite da Páscoa e que nos comunicará, tornando-nos filhos de Deus em Cristo. Nossa vida cristã é desde então, um processo de lenta transformação em Cristo até a transfiguração do Cristo glorioso.
A festa da transfiguração foi estendida ao Ocidente no ano de 1456 por Calisto II, em memória da vitória gloriosa sobre o Islã.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Dia do Padre

Hoje, 04 de agosto é dedicado ao dia do padre. Antes de qualquer comemoração, este dia foi marcado pela assistência dada a Sandra, moradora de nossa paróquia na rua Hamurabi, 18; vítima de nosso falido plano de assistência médica conhecido como SUS.
Graças a Deus, conseguimos que ela fosse atendida na Santa Casa em Santo André e agradeço a todos que ajudaram. O dia do padre há de ser o dia do movimento profético denunciador do comodismo popular e do descaso de nossos governantes à saúde pública.
Tenho como lema de ordenação sacerdotal "O BOM PASTOR DÁ A VIDA PELAS OVELHAS" e busquei reatualizar este lema. Em nome do Deus da Vida, de Jesus Cristo profeta-libertador e do Espírito Santo atuante pela vida, agradeço a todos que ajudaram nesta caridade e seguimos adiante, caminhando na via da santidade.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

RACIONALIDADE INDÍGENA E MÃE TERRA

São cada vez mais pessoas que estão tomando consciência de que o ser humano não é autossuficiente, de que sua vida depende de uma Terra viva e sadia. Nós só poderemos viver se a Terra vive. O mercado capitalista totalizado, a redução da vida humana e da Terra ao cálculo meio-fim, a inércia do sistema... ocasionam efeitos destrutivos (intencionais ou não) que ameaçam a vida no Planeta. A vida na Terra não é um meio para acumular riquezas, mas condição de possibilidade de viver.
Essa ideia, com outros termos, sempre esteve presente na mentalidade aymara e indigena. A comunidade não fomenta um acúmulo e consumo desenfreado, mas o necessário para viver dignamente. O ser humano e a comunidade são partes de algo mais vasto, parte do círculo natural da vida, pelo qual uma ação que destrua a terra é um suicídio.
O modo de vida, as práticas econômicas, baseadas na agricultura, e o negócio de gado de muitas comunidades aymaras são amistosos com o meio ambiente. Viver em equilíbrio com a Terra, ou em harmonia, significa não expô-la, não usá-la como simples mercadoria, não estabelecer domínio sobre ela.
Juan Jacobo Tancara Chambe - escritor aymara, Putre, Chile
Ocorreu um erro neste gadget

Bate Papo no Blog