segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O mal de Deus e o Mal do Povo

Dos escritros do padre Anizan, fundador da congregação religiosa "Filhos da Caridade".

DEUS
A partir de hoje, Deus resumirá minha vida. Amar a Deus com um amor sem medida, do modo mais perfeito possível e fazer que lhe amem. Não tenho outro fim e nem outra ambição aqui na terra.

AMOR A DEUS
Quero que Deus seja cada vez mais o tudo de minha vida, para o qual devo ocupar a totalidade de meu coração. Cultivarei em mim, e sempre reavivarei.
Cada manhã oferecerei todas as ações de minha jornada por amor a Deus. renovarei esta oferenda durante a ação de graças da Santa Missa, e cada vez que me venha à mente. Realizarei muitos atos de amor puro a Deus, assim esforçarei para que minha vida seja um ato ininterrupto de amor.
Vou aplicar-me no exercício de me colocar na presença de Deus, no recolhimento, na austeridade dos sentidos esteriores e interiores. 
Necessito exercitar-me no abandono total em Deus. Vou trabalhar n'Ele, penitenciando-me minhas pressas naturais e colocando por cima de tudo a sagrada vontade de Deus, que quero que seja, como para Jesus Cristo e maria, meu alimento diário.
Respeito a Deus. Nào quero perder de vista a grandeza e a majestade de Deus. Amando-Lhe com toda a minha alma e com todoas as minhas forças, terei para com ele imenso respeito.
Quanto mais abandonado, desprezado e odiado for Deus, mais ainda quero amar-Lhe, adorá-Lo, ser seu instrumento e defensor. Com sua Graça, amarei sem cessar pois assim sei que deus será consolado e honrado. Em meus estudos e leituras espirituas, buscarei a forma de amar e honrar cada vez melhor a Deus.

Um homem apaixonado por, uma pessoa que se guiou por Deus e empenhou todo o seu ser no projeto de Vida e Liberdade. Todas as congregações religiosas tem seus carismas e na nossa congregação "Filhos da Caridade", glorificamos a Deus, evangelizando os pobres e trabalhadores, indo ao encontro deles, sem alienações. Deus nos guia, faz-nos perseverar na fé, mas na fidei capaz de viver e testemunhar a Caridade.

Padre Luiz, fc



sábado, 22 de outubro de 2011

OUTUBRO 2011

Outubro, mês das missões e em minha opinião foi um mês muito produtivo. Na linha de nosso carisma "Evangelização dos Pobres e Trabalhadores", destacamos muitos pontos positivos ocorridos em nossa paróquia, a paróquia São Geraldo. Tivemos a assistência aos doentes de nossa paróquia e comunidades, visitamos 7.150 casas na semana missionária, dentro de nossa regiào paroquial; escolhemos coordenadores, tesoureiros e secretários na pastoral vocacional, a novena em memória da festa de São Geraldo e a própria festa paroquial à São Geraldo Magella foi uma ação de graça; tivemos o dia de nossa padroeira Nossa Senhora Aparecida no dia 12 de outubro e a benção da brincadeira feita às crianças na rua Barão de Loreto, a visita de nosso irmão Michel à Irmandade do Servo Sofredor; o retiro das crianças na capela Nossa Senhora Aparecida e os momentos em que os padres e o nosso povo irradiou a Caridade. O mês não acabou, ainda virá a festa de São Judas Tadeu as crianças receberão Jesus Cristo Eucarístico pela primeira vez e iremos comemorar sempre, seguindo a rota da Evangelização dos Pobres e Trabalhadores.
Estamos felizes, seguimos anunciando Jesus Cristo, parceiro dos pobres e Deus dos oprimidos, pedindo sempre a luz do Espírito Santo para guiar-nos nesta missào de contribuir na construçào do Reino da Vida. 

Padre Luiz, fc


Ocorreu um erro neste gadget

Bate Papo no Blog