quinta-feira, 24 de março de 2011

ANUNCIAÇÃO DO SENHOR (25 de Março)

"Ó luz que o anjo traz à Virgem
da salvação és mensageira.
Vai se cumprir a profecia,
de gozo enchendo a terra inteira.
O que do Pai no eterno seio
eternamente foi gerado,
escolhe Mãe em nosso mundo, sujeito ao tempo, que é criado.
Ele se esconde em carne humana,
preço de nossa salvação,
para que o sangue do inocente
trouxesse aos crimes o perdão.
Verdade, em carne concebida
dum seio virgem sob o veu,
a vossa luz é dada aos puros,
dai-nos tal luz que vem do céu.
E vós, humilde coração,
Serva de Deus vos proclamais,
agora sois do céu Rainha,
sede a patrona dos mortais.
Glória e louvor a vós Jesus,
da Virgem Mãe por nós nascido,
a vós, ao Pai e ao Espírito
louvor eterno é devido."
Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, mas Ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. E encontrou-se com aspecto humano. (Fl 2, 6-7).
Tão humano, tão humano, só poderia ser Deus.

Um comentário:

  1. "Eis a Serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Vossa Palavra" (LC 1,38)

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget

Bate Papo no Blog