domingo, 7 de março de 2010

Lutando pelo povo ameaçado

Já a alguns dias os religiosos Filhos da Caridade, padres Mahon e Luiz, estão lutando com o povo ameaçado de perder suas moradias. Estas pessoas estão situadas nas regiões do jardim Santo André (Gregório de Matos, Lamartine, Missionários, Toledano) e ficam intranquilas quando chegam notificações ameaçando-as de serem despejadas de suas casas, sob a alegação de viverem em áreas de risco.
Concordamos na remoção das famílias que vivem em situação de risco desde que haja compromissos concretos por parte do CDHU e da prefeitura de Santo André, assinados por ambas as partes interessadas (moradores e governo). Porém, quanto às famílias que não estão em áreas de risco, qual é o motivo de se intimar os moradores a se mudarem? Provavelmente nunca saberemos os motivos, mas, nós padres e moradores acreditamos na força do Evangelho, nna atitude profética ensinada por Jesus Cristo e portanto, lutaremos até o fim contra estes anticristãos desonestos, estas pessoas que não estão preocupadas com as famílias pobres e não desistiremos, pois entre o Evangelho de jesus Cristo e a proposta mesquinha dos seguidores do deus-dinheiro, ficamos com a Boa Nova de Jesus Cristo, o primeiro Filho da Caridade que existiu, doa a quem doer.

Um comentário:

  1. Que bom para o mundo, saber que existem pessoas comprometidas em defender os mais necessitados.

    Sou solidário na luta pela dignidade hunana e penso que ela passa pelo respeito e pela promoção da justiça e da paz.

    "Felizes os que tem fome e sede de justiça, porque serão saciados' (Jesus Cristo)

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget

Bate Papo no Blog