quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Nossa Senhora da Assunção

Neste domingo (16/08) celebramos a festa de Nossa Senhora da Assunção e o dia do religioso. Para nós, Filhos da Caridade, Maria é mestra espiritual de nossa Congregação religiosa e não é por acaso. Segundo o Evangelho de Lucas Maria visita sua prima Isabel e assim acontece o primeiro encontro entre duas mulheres, João Batista e Jesus Cristo. São dois meninos e duas mulheres, pessoas desvalorizadas e marginalizadas na sociedade judaica no tempo de Jesus.
A algria no ventre de Isabel é uma manifestação de Deus e este Pai Caridade se faz presente ao lado daqueles(as) marginalizados, porque há uma oração entre as famílias e a acolhida. Fica para nós o ensinamento que a Assunção do ser humano se faz em gestos de acolhida caritativa e num ritmo de oração que nos faz participantes e servidores do projeto do Reino de Deus na terra.

6 comentários:

  1. Nesse dia em que comemoramos o Dia do Religioso, envio meu abraço fraterno aos Filhos da Caridade.
    "Eis os nossos homens, são nossos e só para nós."
    (Pe. Anizan)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Creio que esta semana foi bem perturbadora, para nós cristãos, onde vimos denuncias de uso do dizimo para próprio proveito...

    Em meio ao mundo em que vivemos esta mais uma amostra dos falsos valores que o sistema ao qual estamos acaba nos ensinando...

    Pessoas que deveriam ser lideres religiosos pregando a paz, acabam se corrompendo pelo o poder do dinheiro...

    E é aí que a cada dia aumento mais a minha Fé na minha Igreja e nos Filhos da Caridade, que nos ensina a olha a pessoa o outro, e não o que ela possui....

    A maior riqueza do ser humano é o que ela carrega no seu coração, e não no seu bouço...

    ResponderExcluir
  4. Para deixar claro, quando me referi ao uso do dizimo para o pŕoprio proveito, caso alguém não saiba, estava me referindo a denuncia que o Ministério Público abriu contra o maior explorarador da igenuidade dos Fiéis, o Bispo Edir Macedo... Segue link com o vídeo da reportagem exibida pelo o Jornal Nacional: http://www.youtube.com/watch?v=KpuVNWcNf6Q

    ResponderExcluir
  5. Bem, depois de uma semana perturbadora. Só mesmo a docura de Dom Helder para nos falar de Maria.

    Alocução à Mariama - Missa dos Quilombos

    “Mariama, Nossa Senhora, mãe de Cristo e Mãe dos homens!

    Mariama, Mãe dos homens de todas as raças, de todas as cores, de todos os cantos da
    Terra.

    Pede ao teu filho que esta festa não termine aqui, a marcha final vai ser linda de viver.

    Mas é importante, Mariama, que a Igreja de teu Filho não fique em palavra, não fique em aplauso.

    Não basta pedir perdão pelos erros de ontem. É preciso acertar o passo de hoje sem ligar ao que disserem.

    Claro que dirão, Mariama, que é política, que é subversão. É Evangelho de Cristo, Mariama.

    Claro que seremos intolerados.

    Mariama, Mãe querida, problema de negro acaba se ligando com todos os grande problemas humanos.

    Com todos os absurdos contra a humanidade, com todas as injustiças e opressões.

    Mariama, que se acabe, mas se acabe mesmo a maldita fabricação de armas. O mundo precisa fabricar é Paz. Basta de injustiça!

    Basta de uns sem saber o que fazer com tanta terra e milhões sem um palmo de terra onde morar.

    Basta de alguns tendo que vomitar para comer mais e 50 milhões morrendo de fome num só ano.

    ResponderExcluir
  6. Basta de uns com empresas se derramando pelo mundo todo e milhões sem um canto onde ganhar o pão de cada dia.

    Mariama, Senhora Nossa, Mãe querida, nem precisa ir tão longe, como no teu hino. Nem precisa que os ricos saiam de mãos vazias e o pobres de mãos cheias. Nem pobre nem rico.

    Nada de escravo de hoje ser senhor de escravo de amanhã. Basta de escravos. Um mundo sem senhor e sem escravos. Um mundo de irmãos.

    De irmãos não só de nome e de mentira. De irmãos de verdade, Mariama.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget

Bate Papo no Blog